domingo, 20 de janeiro de 2008

Leve

Leve, leve, muito leve,
Um vento muito leve passa,
E vai-se, sempre muito leve.
E eu não sei o que penso
Nem procuro sabê-lo.

Alberto Caeiro

1 comentário:

  1. Gosto de ver este lugar (novamente) activo =) (contigo no teu melhor!).
    Já tava com saudades!...
    Bjs***

    ResponderEliminar