domingo, 30 de maio de 2010

dias

os dias são coisas com vinte e quatro horas. as horas são coisas. os dias dividem-se neles mesmos, dias, e nas noites. as horas têm coisas dentro, segundos. os segundos dividem-se até ao infinito. tic-tac.

os dias começam quando o sol nasce. na verdade o sol não nasce, mas os dias começam. pela definição de segundo as horas não passam.

gosto de aranhas, já devo ter escrito. gosto delas quando se passeiam pelos cantos. e gosto dos dias que não o são por serem diferentes disso mesmo.

1 comentário:

  1. Há por aí um filme com uma aranha que escreve coisas nas teias dos cantos, um porco e outros animais que falam; como as sardinhas de Lisboa: Comam-nos, dizem. Humildades.

    ResponderEliminar