sábado, 24 de janeiro de 2009

pfff

Cascas de noz num mar imenso à descoberta de novos lugares, rumo ao fim do mundo que não existia -as rodas não têm fim. nem começo-. Nem antípodas, nem adamastor, só o mar a frente e a terra longe mais o resto que por lá havia. A gente de muita coragem em busca da glória.

A coragem do El-Rei sentado no trono de veludo. Ontem, como hoje, mesmo sem Rei. Mudam os nomes e os lugares onde se sentam, que agora também já temos cadeiras suecas a preços baixos, não muito longe de Belém. Da nossa Belém, ali ao pé do tejo, sem fome, nem mortos a tiro pela madrugada.

É uma pena ver as figurinhas de papel todas amarrotadas dentro de uma caixa vazia. Tenho esperança mesmo assim. O benfica jogou ontem e amanhã não é dia de trabalho, não se tem falado de dores de barriga e com este tempo não há muito que fazer, também não se consta que haja engarrafamentos ao domingo. Que sejam muitos, vão pela manhã, bem cedo. Não me esperem. Vou lá ter...

1 comentário: